Tipos Primitivos

Padrão

Boa noite leitores do blog! Depois de algumas semanas sem postar, aqui estamos nós denovo. A época de fim de bimestre na faculdade é assim mesmo… provas e trabalhos pra tudo quanto é lado. E ainda tem o projeto da Iniciação Científica, que toma um tempo danado também.

Mas vamos ao que interessa. Hoje iremos falar sobre os tipos primitivos. Mas o que são eles? Os tipos primitivos são os tipos básicos de dados que compôem um programa, podendo serem como constantes ou variáveis (o conceito de constantes e variáveis será abordado no próximo post!). Esses tipos de dados serão utilizados em cálculos, comparações e servem de base para a criação de outros tipos. A seguir, farei uma breve explicação sobre cada um dos tipos primitivos:

  • Inteiro: este tipo representa valores numéricos inteiros (positivos ou negativos), sem casas decimais. Ex: 0, 12, 58, -168, etc.
  • Real: este tipo representa valores numéricos com casas decimais. Também são chamados de Ponto Flutuante. Ex: 2,47, 3,1415, 0,01, -47,55, 0,00. A quantidade de casas decimais pode ser maior ou menor, dependendo da precisão exigida e/ou da arquitetura do hardware.
  • Caractere: este tipo representa qualquer caracter. Ex: ‘a‘, ‘7‘, ‘$‘, ‘ ‘, ‘‘, etc. O tipo caractere representa apenas um caractere.
  • Booleano: o tipo booleano corresponde a valor lógico alto (verdadeiro ou true) ou valor lógico baixo (falso ou false). Apesar de ser um tipo primitivo, ele não é encontrado em algumas linguagens de programação, como a linguagem C.

Existe um outro ‘tipo’ que não é considerado primitivo, mas que é muito importante, que é o tipo literal ou string, que representa cadeias de caracteres. Em um momento mais oportuno nos aprofundaremos nesse tipo de dado.

Concluindo, esta é apenas uma introdução aos tipos primitivos, que serão utilizados em todos os programas que fizermos, e serão utilizados o tempo todo durante a programação.

Boa noite a todos  e até a próxima!

Um comentário sobre “Tipos Primitivos

Deixe uma resposta