Inexplicável

Padrão

Melhores e responsáveis entre seus pensamentos, onde nada difere assim
uivando madrugada afora, precisando enxergar ruas, gente…
um “nós” trincando aqui

Por onde rumo? Que um entendimento…
eu uso névoas, ainda ouço?
critico, ouso, não sinto interromper… gosto onipresente…
tenho esquecido?
esqueço-me sem querer… um enredo cercado e ruído?

NÃO CONSIGO!

E o que será do Amanhã?

Padrão

O que devo esperar da maré?
Só nos resta me resta me apoiar na fé
A construção de um sonho que não veio
A doce voz de um futuro que não existiu
Uma frase que, triste, se partiu ao meio
É a chama que depois da ventania não resistiu

Chegou o tempo de repensar
Chegou o tempo de replanejar
É a hora de dormir pra outro sonho sonhar
E no meio dos meus pensamentos outro objetivo encontrar

E mesmo que tudo se acaba,
O show tem que continuar
E se o seu castelo de areia desaba
É sinal de que é hora de recomeçar

A vida vem, a gente acaba aprendendo
E com os erros vamos nos fortalecendo
Uma hora ou outra a gente encontra o caminho
E deixo, enfim, de me tornar sozinho
Vou apagar os erros e repensar as decisões
E me livrar, talvez, desse mundo de ilusões

E o que será do amanhã?

Traços

Padrão

Felicidade contagia, envolve, se alastra
Rasgando as barreiras que nós mesmos nos impomos
Ante toda e qualquer pessoa que se aproxima
No instante seguinte, então, é quem aparece
Com um sorriso lindo, me desarma
Infindáveis noites mal dormidas,
Entrelaçado em meu próprio pensamento
Lampejos da noite em meu dia
Enfim, o dia começa a nascer novamente

Fiz te este simples desenho
Impossível de representar
Com a fidelidade necessária
A beleza de teu sorriso

Com os traços mal feitos,
O papel meio amassado
Muito esperam que goste
Indagando o autor de que
Gotas de carinho nele foram postas
Ora, valeu-me tal esforço?

Singelos Versos

Padrão

Entrego-te esta singela rosa,
Oh menina formosa
Para demonstrar este crescente sentimento
Que venho cultivando aqui dentro

Por vezes temos diversas incertezas na vida
Até encontrarmos a pessoa querida
E o coração que calejado se encontrava
Percebeu que muito errado ele estava

Estava certo, não percebeu que a felicidade
Encontrava-se ali mesmo, próximo de sua cidade
Então finalmente escutou aquela canção
Que ecoava há algum tempo neste tal coração

Eis que estamos aqui, enfim
E feliz me sinto um tanto assim
Se é um sonho, não quero mais acordar
A não ser que seja você quem venha me despertar

Se um dia lhe fizer chorar, que seja de alegria
E nas dores da vida, peço para que sorria
Que o tempo regue esse nobre sentimento
Presente ele, senhor do firmamento

São breves as palavras, que então escrevi
São só para dizer: eu gosto muito de ti.
_______________________________________
poema escrito em novembro de 2009

Profundas Mudanças

Padrão

Quem é este que aparece no espelho?
Já não reconheço quem sou
O traço dos anos. O traço das dores.
Amores que já conheci, o que me sobrou?

A face que vejo, em um leve lampejo
Nas bordas manchadas do vidro
Figuram e inundam o quarto
Mostrando que, apesar de tudo, eu vivo

É o crescimento, o conhecimento, o ensinamento
Não mais lamento o que, agora, passou
E, ora, a hora enfim há de chegar,
Não importando o fato de um ano passar,
Apesar dos pesares a me castigar
A minha vez, sim, chegará
Onde enfim poderei-te amar…

E em um movimento irregular,
Sentaremos juntos a observar
Dizendo-te que linda tu és como o luar…
E felizes juntos seremos, onde nada mais temeremos

Apenas imagine, . . . . .

Sonho Bom

Padrão

Eu preciso dormir um pouco
Pra sonhar com um dia bom
Pra descansar todo o pesar dos dias
E na noite, apesar de tudo, dormir

Sonhar, com o vento soprando
E num dia lindo de verão
Não te ver mais chorando
Podendo sem medo segurar sua mão

E quando acordar, ver que tudo mudou
Que o dia é mais bonito
Que as nuvens finalmente se foram
E que, sim, posso voltar a ter esperança
Da mesma forma quando criança
Ouvir que minhas orações não foram em vão
Que enfim, vou ter pra mim seu coração

E os dias serão mais alegres,
E as lágrimas desaparecerão na aurora
A chuva será boa, chuva pra se divertir
Esquecendo da solidão de outrora

Será?
_____________________________________________
Para ouvir junto: I Need Some Sleep (Eels)