Os Piores Comentários em Códigos-Fonte

Padrão

Os comentários são ferramentas muito úteis na programação, pois muitas vezes nos ajudam a compreender o que determinado trecho de código faz. Mas… às vezes você encontra cada pérola…

// Eu não sou responsável por este código. Me fizeram escrevê-lo, contra a minha vontade.

// bêbado, corrigir depois

// Eu não tenho certeza do porquê disso funcionar, mas resolve o problema.

// hack para o navegador IE (Internet Explorer) – assumindo que o IE é um navegador

// Você pode achar que sabe o que o código seguinte faz. Mas você não sabe. Acredite em mim.  Perca tempo com ele e você vai gastar muitas noites de sono amaldiçoando o momento em que você se achou esperto o suficiente para “otimizar” o código abaixo. Agora, feche este arquivo e vá fazer outra coisa.

// Loucura? ISSO É ESPARTA!

// Querido mantenedor: quando você terminar de tentar ‘otimizar’ esta rotina e perceber o quão terrível erro cometeu, por favor incremente o seguinte contador como forma de aviso para o próximo cara. total_de_horas_desperdicadas_aqui = 16

// sem comentários pra você // foi difícil de escrever // então deve ser difícil de ler

// A FAZER: Corrigir isso. Corrigir o quê?

// Mágico. Não toque.

// Querido eu no futuro. Por favor, me desculpe. // Eu não consigo nem começar a dizer o quão desapontado eu estou.

// Se eu ver isso novamente, vou começar a trazer armas para o trabalho

// Quando eu escrevi isso, só Deus e eu sabíamos o que eu estava fazendo // Agora só Deus sabe

 // Para as almas bravas que chegaram tão longe: Vocês são as escolhidas, os valentes cavaleiros da programação que trabalham, sem descanso, consertando nosso mais terríveis códigos. A vocês, verdadeiros salvadores, reis dos homens, eu digo isso: nunca desista de você, nunca fique triste, nunca fuja e abandone você. Nunca te faça chorar, nunca diga adeus. Nunca conte uma mentira e nunca se machuque.

21 comentários sobre “Os Piores Comentários em Códigos-Fonte

  1. João Cagnoni

    Me fez lembrar de quando o Datena foi pra Record que no blog dele no R7 tinha um comentário no CSS “Agora me dá ibágens”

  2. Paulo Reis

    // Quando eu escrevi isso, só Deus e eu sabíamos o que eu estava fazendo
    // Agora só Deus sabe

    HAUhUAHuHAUhUHAuHA

  3. Luciana Veronese

    Comment: a tradução do último ficou péssima, não é uma frase imperativa e sim uma promessa, apesar do sujeito estar oculto na frase (EU…). Ademais, não faz o mínimo sentido traduzir, perde a graça, pois
    é o pedaço de uma música (Rick Astley, Never Gonna Give You Up)… rs Fora o “translation fail” o resto foi hilário!!!

      • Luciana Veronese

        Jura mesmo??? OOOOOOHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH, não me diga…. fala isto para quem não entende nada de inglês… aff é cada comentário sem raciocínio que eu tenho que ler…

        • Lucas Reis

          “fala isto para quem não entende nada de inglês…”. “(…)Ademais, não faz o mínimo sentido traduzir,(…)” Voce se contradiz nos seus proprios comentarios. Se nao gostou do comentario, simples nao responda. Deixa de ser babaca.

          • Luciana Veronese

            Babaca é vc, não me contradisse em nada, você é que não soube interpretar o que eu falei. O que eu quis dizer é que quem não fala inglês vai QUERER ler de qualquer maneira e não vai entender porcaria nenhuma! É a mesma coisa que não ler… E posso fazer o que quiser se não gostar do seu comentário, quem se contradiz é vc, que vem me falar que se não gostei do comentário não tenho que responder, mas não gostou do meu e veio aqui me chamar de babaca… tsc tsc como falei, é cada comentário sem raciocínio que eu tenho que ler!!!

Deixe uma resposta