O que rolou no Google I/O 2015?

Padrão

Nos últimos dias 28 e 29 de maio, aconteceu em São Francisco o evento mais esperado pelos amantes do Google e do Android do ano: o Google I/O. É nesta conferência, anual e voltada para desenvolvedores, que o Google anuncia suas principais novidades e o que ela está pensando para os próximos tempos. Para facilitar a sua vida, fizemos um resumo de tudo o que foi falado por lá. Vem comigo:

Android M

Talvez o assunto mais esperado tenha sido o anúncio da nova versão do Android, que deve estar disponível no 3º trimestre. Serão vários refinamentos em relação ao Android Lollipop e um dos destaques é o controle mais detalhado sobre as notificações que os apps podem ter acesso. Agora será possível controlá-las individualmente, por app. Além disso, nessa versão teremos o suporte oficial a leitores impressão digital, as chamadas “Chrome Custom Tabs” – nos quais os desenvolvedores poderão personalizar o visual de abas do Chrome, melhorando a transição entre apps e conteúdo web. Outro destaque é o novo conector USB Type-C e a promessa de um modo de economia de bateria chamado Doze para o device em espera, que promete até dobrar a eficiência.

Sundar Pichai, vice-presidente de Produtos do Google. Fonte: Android Central

Sundar Pichai, vice-presidente de Produtos do Google. Fonte: Android Central

Android Pay

Após o lançamento do Apple Pay, não foi surpresa o lançamento de uma plataforma de pagamentos mobile do Google, integrada com o Google Wallet. Neste I/O, a empresa lançou um app que permite o funcionamento de pagamentos com um toque por meio de NFC. Eles também liberaram a API para os desenvolvedores por meio da Google Play Services.

Fonte: The Verge.

Fonte: The Verge.

Project Brillo 

A computação ubíqua pareceu ser uma prioridade da Google. A ideia é “Google everywhere”: no seu smartphone, no seu smartwatch, na sua TV, no seu carro, e agora também na sua geladeira e na sua casa, por que não? O Brillo é um sistema operacional para a Internet das Coisas (IoT), que pretende facilitar o desenvolvimento e fomentar não só o conceito de casa inteligente, mas de tudo inteligente. E, para todo mundo conversar de uma forma “civilizada”, a Google anunciou também o protocolo Weave, baseado na troca de documentos em um formato semelhante ao JSON.

Now on Tap

O assitente Google Now saiu da sua home screen e agora está em qualquer lugar do seu smartphone a um toque de distância. Além de ter seu reconhecimento de voz extremamente aprimorado, a busca contextual impressionou. No keynote, ao ouvir uma música do Skrillex no Spotify, foi perguntado simplesmente “Qual é o nome verdadeiro dele?”, o que foi prontamente respondido. De encher os olhos!

Fonte: Android Police

Fonte: Android Police

CardBoard, GoPro e Google Jump

Apostando também na Realidade Virtual, que vem ganhando bastante força, o Google anunciou a nova versão do seu óculos de VR de baixo custo (cerca de US$20 ou faça você mesmo!), que agora funciona com celulares de até 6 polegadas, além do iOS (sim!). Além disso, para ajudar os produtores a gerar conteúdo imersivo e em 3D, foi anunciada uma parceria com a GoPro e o desenvolvimento de um aparato de 16 câmeras para captura de vídeos em 360°, que serão processados pela plataforma Jump da Google e disponibilizados pelo Youtube.

Clay Bavor, VP Product Management do Google. Fonte: Android Central

Clay Bavor, VP Product Management do Google. Fonte: Android Central

Google Fotos

Agora emancipado do Google+, o aplicativo ganhou uma interface reformulada, uma versão para iOS e uma catalogação automática de fotos para deixar a sua galeria muito mais organizada. Com recursos de reconhecimento de face e outras “mágicas”, ele consegue catalogar automaticamente fotos por lugar, assunto e pessoas. E, para completar, a cereja do bolo é o armazenamento na nuvem ilimitado.

Para Desenvolvedores

O Android Studio agora terá suporte a desenvolvimento nativo (NDK), previews de temas em tempo real no editor, binding de views e novas versões da biblioteca de suporte, que agora possui os elementos do Material Design. Além disso, atualizações no Android Wear, Mapas off-line e muitas melhorias de desempenho para o nosso querido Gradle também foram anunciados. Para o pessoal de iOS todas as bibliotecas Google agora estão disponíveis no CocoaPods, e para o pessoal da Web a versão 1.0 do Polymer foi lançada! É Material Everywhere!

Para ajudar a comunidade e as empresas, o Google lançou lá na Udacity o Android Nanodegree, um curso de cerca de 6 meses para a formação completa de um desenvolvedor Android. Tivemos também algumas melhorias no Google Play, com mais dados e uma página dedicada a cada desenvolvedor, na qual é possível inserir informações da empresa / desenvolvedor e até colocar aplicativos em destaque.

Fonte: reprodução Youtube.

Fonte: reprodução Youtube.

Material Design

No seu aniversário de um ano, o Material Design também foi lembrado. Matias Duarte falou sobre o feedback extremamente positivo recebido da comunidade e a grande adoção do Material em apps. Hoje, cerca de 40% dos apps submetidos na Play Store possuem o Material Design implementado em algum nível. No final teve até premiação para os melhores apps! Os vencedores foram B&H Photo Video Audio Pro, New York TimesPocket, Pocket Casts, Tumblr e Weather Timeline. Agora tem uma sessão dedicada a eles lá na Google Play Store.

Matias Duarte, vice-presidente de Design do Google. Fonte: reprodução Youtube.

Matias Duarte, vice-presidente de Design do Google. Fonte: reprodução Youtube.

E é isso! Muitas novidades anunciadas, tantas que nem cabem em um só post. Aguardem que em breve nós aqui da Concrete vamos falar (bastante) sobre os detalhes de várias delas. Até o ano que vem!

Fonte: The Verge

Fonte: The Verge

Originalmente publicado no blog da Concrete Solutions.

Deixe uma resposta