Montando um Ambiente de Desenvolvimento para Android

Padrão

Olá leitores! Já estamos em 2012… ano novo, vida nova… e por que não aprender uma coisa nova? Hoje vou mostrar como montar um ambiente de desenvolvimento para Android! Pra quem nunca ouviu falar (???), o Android é um sistema operacional da Google para dispositivos móveis. Hoje em dia, milhões de celulares e tablets utilizam o Android como sistema.

Uma coisa bem legal é que você pode disponibilizar seus aplicativos no Market do Android (após o pagamento de uma taxa) e talvez até ganhar um dinheiro com isso! Bacana não?

O desenvolvimento de aplicativos para Android é feito utilizando a linguagem Java, com a utilização de arquivos XML para a criação das interfaces. Apesar de parecer complexo, é relativamente simples criar seus aplicativos. Além disso, é bem fácil ter acesso a diversos recursos geralmente disponíveis em dispositivos móveis, tais como câmera, GPS, Bluetooth, etc.

Para facilitar o desenvolvimento, foi criado um plug-in para o Eclipse. Através dele, é fácil gerenciar as plataformas (diversas versões do Android) e as máquinas virtuais para executar seus aplicativos.

Bom, então pra começar, vamos fazer o download da JDK. Se você já programa em Java, este passo não é necessário. No momento em que escrevo este tutorial, a versão mais recente é a Java 7 update 2. Siga até esta página e faça o download.

A instalação deve ocorrer sem problemas (o famoso, next, next, next, finish). O próximo passo é baixar o Eclipse. Vá até esta página e faça o download relacionado a versão de seu sistema operacional. Para os nossos propósitos, a versão Eclipse IDE for Java Developers deve ser suficiente.

Ao concluir o download, basta descompactar o arquivo em algum lugar da sua máquina. Eu recomendo, no caso do Windows, na raiz C: ou em sua pasta de usuário (C:\Users\<Seu Usuário>). Neste exemplo, vou referenciar a pasta do Eclipse como C:\eclipse.

Prosseguindo, devemos agora baixar o Android SDK. É ele quem nos fornecerá todas as ferramentas da plataforma, como emulador, bibliotecas, etc. Vá até essa página e baixe a versão zipada da SDK (apesar de recomendarem a versão “instalável”) – isso é pra evitarmos problemas de permissão na hora de baixar as SDKs, caso esteja na pasta de programas do sistema (Program Files ou Arquivos de Programas). No momento em que escrevo este post, a versão mais recente é a 16.

Após a conclusão do download, descompacte o arquivo (pode ser no mesmo local onde você colocou o Eclipse). Aqui, por exemplo, vai ficar C:\android-sdk-windows. Após extrair, vamos executar o SDK Manager para baixar uma SDK para começarmos a programar. Ao executar pela primeira vez, o SDK Manager irá verificar os repositórios do Android em busca das últimas versões do SDK.

Para começar, vamos baixar o SDK da versão 2.2, já que os aplicativos desenvolvidos nela funcionam na grande maioria dos dispositivos Android de hoje. Se quiser instalar outras versões, fique à vontade. Expanda a pasta Android 2.2 (API 8 ) e marque as opções SDK Platform. Além disso, na categoria Tools, marque a opção Android SDK Platform-tools. Clique em Install 2 packages… (ou mais, se você selecionou mais alguma coisa), marque Accept All e então clique em Install.

Após a conclusão dos downloads, é hora de configurar o Eclipse. Vá até o diretório onde ele foi descompactado e execute-o.

Ao ser consultado sobre qual workspace utilizar, basta confirmar e utilizar o padrão (workspace é o local onde seus projetos serão salvos). Vamos agora adicionar o plugin para integrar o SDK Manager e o AVD Manager ao Eclipse. Clique no menu Help -> Install New Software… e na janela que abrir, clique no botão Add…. Na tela seguinte, preencha o nome do plugin (ADT Plugin) e coloque o endereço https://dl-ssl.google.com/android/eclipse, conforme a imagem abaixo:

Clique em OK e aguarde o carregamento do repositório. Ao concluir, marque a caixa Developer Tools e clique em Next > duas vezes. Na tela seguinte, aceite os termos da licença e clique em Finish. Agora aguarde a instalação e, caso seja alertado sobre conteúdo não-assinado, clique em OK para continuar.

Ao final, clique em Restart Now para reiniciar o Eclipse e concluir a instalação. O próximo passo é configurar o local onde as SDKs estão. No Eclipse, vá ao menu Window -> Preferences. Clique no botão Browse… e aponte para a pasta que você descompactou. Após a confirmação, deverão ser exibidas as SDKs que você baixou.

Pronto! Seu ambiente Android já está pronto para ser utilizado! No próximo post, veremos como fazer um Hello World e configurar um dispositivo para executar nossa aplicação. Até lá! 😀

3 comentários sobre “Montando um Ambiente de Desenvolvimento para Android

  1. Fabio LIra

    Rafael,
    sou novato e encontrei seu site, e estou aprendendo com o mesmo, mas
    estou tendo problemas ao executar a aplicação.
    Dá o seguinte erro:
    “Application settings (process com.android.settings) is not reponding)”
    Se puder me ajudar, agradeço.
    Abraço.

  2. Barbara Muller

    Olá Rafael, preciso imensamente da sua ajuda.
    Estou fazendo um projeto no aplicativo eclipse juno para android, e eu gostaria de colocar legendas nas imagens da galeria, você teria como me ajuda? é meu trabalho de conclusão de curso e sua ajuda seria de muita importancia.

Deixe uma resposta