Mentawai 2.5 – Descomplicando o Desenvolvimento Web

Padrão

Bom, depois de falhar uma semaninha, voltei aqui. Algumas mudanças na parte profissional acabaram mudando a minha rotina e não consegui produzir conteúdo aqui pro blog. Mas aos poucos vou reajustando as coisas por aqui 😀

Nos últimos posts, estávamos começando uma série de posts sobre programação web utilizando o framework Mentawai. Porém, ainda nos primeiros posts, fui surpreendido (positivamente) por uma nova versão, onde vários pontos-chave foram reestruturados, simplificando consideravelmente o seu uso. Já desde a versão 2.0, o Mentawai vem adotando o princípio do KISS (Keep It Simple, Stupid!)

Em relação ao que vimos nos nossos posts, a principal mudança é o incentivo a prática de uma programação mais “literal”, onde ao ler os métodos, já fica subentendido o que determinada linha faz. Vamos pegar o exemplo de um ApplicationManager da documentação oficial:

public class AppManager extends ApplicationManager {
    @Override
    public void loadActions() {
        action("/Hello", HelloAction.class)
            .on(SUCCESS, fwd("/jsp/hello.jsp"));
    }
}

Percebam que a configuração passa a ser quase “ao pé da letra”. Action Hello, HelloClass.class, on Success, forward to /jsp/hello.jsp. Ou seja, uma action de nome Hello, representada por HelloAction.class, ao resultar em SUCCESS será encaminhada para jsp/hello.jsp.

Além dessa característica, o framework caracteriza-se por ser full-stack, ou seja, é possível implementar uma aplicação web completa utilizando somente o Mentawai. Isso, com a já conhecida abolição ao uso de XMLs.

Nos próximos posts, vamos voltar aos nossos posts, dessa vez utilizando essa nova versão do Mentawai. Aguardem! 😀

Deixe uma resposta