Inexplicável

Padrão

Melhores e responsáveis entre seus pensamentos, onde nada difere assim
uivando madrugada afora, precisando enxergar ruas, gente…
um “nós” trincando aqui

Por onde rumo? Que um entendimento…
eu uso névoas, ainda ouço?
critico, ouso, não sinto interromper… gosto onipresente…
tenho esquecido?
esqueço-me sem querer… um enredo cercado e ruído?

NÃO CONSIGO!

Deixe uma resposta