Falta

Padrão

Falta alguma coisa quando ando pelas ruas
Falta a conversa pra falar das novidades
Falta o consolo pela batalha da noite anterior
Falta o caminho que leva ao amor

Quando vem a chuva e nada mais importa
Quando a angústia sobe à garganta cortando
Falta alguém pra poder desabafar
Falta alguém que queria me escutar

Se a culpa é minha, não nego mais
Se me chamam de covarde só ouço
Falta o repouso pra recarregar as forças
Falta alguém pra secar as louças

Esse vazio que não desaparece
A cada dia me domina mais um pouco
Falta aqui alguma coisa pra preencher
Falta abrir a janela ao amanhecer

E devagar vou cansando de procurar
Nos últimos tempos aceito esse vazio
Não acho a peça pro meu quebra-cabeças completar
Me faltam as rimas, me falta sentimento

Deixe uma resposta