Criando um Novo Projeto e Criando um Emulador no Android Studio – Tutorial Android 2

Padrão

Olá pessoal! No último post sobre Android, vimos como configurar o ambiente para programarmos, utilizando o Android Studio. Neste post, vamos ver como criar um projeto no famoso estilo Hello World, e um dispositivo virtual para a executarmos o aplicativo. Assim, você não precisa necessariamente de um celular com Android para começar a desenvolver para a plataforma, apesar de ser bastante recomendado 🙂

Ao abrir o Android Studio, vamos selecionar a opção Start a new Android Studio project. O guia que será aberto em seguida, nos auxiliará a criar um projeto sem muito esforço. Logo na primeira tela, vamos informar alguns dados básicos, como o nome do aplicativo (que utilizaremos Hello World) e o Company Domain, que nada mais é que um domínio que você tenha. Isso ajudará a criar um identificador único para seu aplicativo. No meu caso, vou colocar rafaeltoledo.net, mas você pode, por exemplo, utilizar seu nome no Github e criar o seu próprio domínio (por exemplo, rafaeltoledo.github.io). Para este projeto, não selecionaremos o suporte a C++. Vamos guardar isso para um tutorial mais avançado 🙂

Na tela seguinte, vamos configurar os módulos que nosso projeto terá, além das versões suportadas do Android. No momento que escrevo este tutorial, a minha recomendação é utilizar a API 16 como Minimum SDK. Assim, nosso aplicativo executará em mais de 97% dos dispositivos Android atualmente ativos. Você pode acompanhar a evolução das versões neste site, atualizado mensalmente.

Neste primeiro momento, vamos selecionar apenas a opção Phone and Tablet. Também vamos deixar os outros módulos, como Wear, TV e Auto para outras oportunidades e tutoriais futuros.

Na tela seguinte, vamos selecionar a opção Basic Activity. Você perceberá que muita coisa será gerada e criada, mas não se preocupe, vamos entender o que é cada coisa ao seu tempo. Avance utilizando a opção Next.

Por fim, vamos manter o nome da Activity como MainActivity, deixando as opções padrão como estão. Clique em Finish para finalizarmos o wizard.

Aguarde alguns momentos até que as dependências do projeto sejam iniciadas e a primeira compilação seja realizada.

Para executarmos este projeto, vamos criar um emulador, conhecido como AVD (Android Virtual Device). Para isso, clique no botão AVD Manager na barra de ferramentas do Android Studio.

Na janela que aparecer, selecione a opção Create Virtual Device…, que iniciará o wizard para a criação de um novo emulador.

Na tela seguinte, será exibida uma série de modelos de celular e tablet, que servirá como base para o nosso emulador. Escolha qualquer um que desejar, como por exemplo o Nexus 5. Clique em Next para avançar.

Na tela seguinte, escolheremos a imagem que utilizaremos em nosso dispositivo. A imagem contém o sistema operacional em si. A minha recomendação é escolher uma versão mais recente, e, caso seu processador e sistema operacional seja 64 bits (provavelmente é), escolha a opção x86_64 e com as APIs do Google (with Google APIs). Para este caso, estou selecionando a versão 7.1.1. Caso a imagem ainda não tenha sido baixada, clique na opção Download.

Na última tela, temos algumas opções do dispositivo, como câmera, memória e armazenamento. Por enquanto, mantenha as opções padrão e finalize.

Feche a janela do AVD Manager e clique para executar o projeto, no botão com o formato de um play na barra de ferramentas do Android Studio.

Feito isso, aguarde alguns instantes até que o emulador seja carregado e o aplicativo compilado, e então você verá seu primeiro aplicativo Android sendo executado! 🙂

E é isso pessoal! No próximo post vamos entender melhor a estrutura de um projeto Android e começar, de fato, a colocar a mão na massa! Até lá!

 

Deixe uma resposta